Overblog
Editer l'article Suivre ce blog Administration + Créer mon blog
Praedicatho homélies à temps et à contretemps
Homélies du dimanche, homilies, homilieën, homilias. "C'est par la folie de la prédication que Dieu a jugé bon de sauver ceux qui croient" 1 Co 1,21 LA PLUPART DES ILLUSTRATIONS DE CE BLOG SONT TIRÉES DE https://www.evangile-et-peinture.org/ AVEC LA PERMISSION DE L'AUTEUR

Homilia da Ascensão do Senhor, ano C 2010 - A missão central da Igreja

dominicanus #homilias em português

ascension-c-2007-xl.jpg

 

 

A Ascensão do Senhor é um mistério que deveriamos meditar com mais frequencia. De fato, somente aqueles que rezam o Rosário regularmente pensam nisso. No entanto, é uma parte essencial da missão e da mensagem de Cristo. Este é o momento culminante, o clímax, o momento que a vitória de Cristo foi selada no céu para sempre. Jesus subiu no céu como um sacrifício vivo, que ficará como a ponte entre Deus e a humanidade até o fim dos tempos. É por isso que as palavras que ele pronunciou nesta ocasião, são de extrema importância. Então, o que ele disse? Duas coisas.

 

Primeiro, ele resume a mensagem da Salvação. Ele lembrou a seus apóstolos que ele veio no mundo para proclamar a salvação, e em seguida para realiza-la, através do seu sofrimento, morte e ressurreição. Esta é a condição sine qua non para que a humanidade possa fazer a experiência tão desejada de ser salva do pecado e da ignorância e de ter paz no coração.

 

Em segundo lugar, ele dá trabalho aos seus discípulos. Ele os chama a ser testemunhas destas coisas. Uma vez que eles não podem cumprir esta missão sozinhos e que eles vão precisar do Espírito Santo, ele promete "a força do Espírito Santo". Mas então eles deverão ir para "todas as nações" para testemunhar de Cristo.

 

Assim, com a Ascensão de Nosso Senhor, estamos no coração da mensagem evangélica da salvação de Cristo a todos os homens através do testemunho da Igreja.

 

Mas do quê exatamente os cristãos têm de testemunhar ? Pouco antes de subir ao céu, Jesus fala da "conversão pregada em seu nome para o perdão dos pecados a todas as nações."

 

Se Cristo não tivesse subido aos céus, nós não poderiamos anunciar esta conversão. Sua Ascensão completa a obra da reconciliação com Deus da humanidade que tinha caido ao poder do pecado, pois é a Ascensão que restaura nossa natureza humana em sua relação com Deus. A Ascensão é a garantia de que o sacrifício de Cristo na Cruz é plenamente aceitado pelo Pai.

 

A reconciliação do homem pecador com Deus tem sido sempre o principal problema que as religiões tentaram resolver. No Antigo Testamento, os israelitas tentaram obter essa relação com o sacrifício de expiação. Este sacrifício ocorria no Santo dos Santos, o espaço central da Tenda do Encontro de Moisés, e depois do Templo de Jerusalém. O Santo dos Santos era separado do altar, onde o incenso era oferecido, por uma cortina grande e grossa. Somente o Sumo Sacerdote tinha permissão para passar através da cortina, e apenas uma vez por ano, o Dia da Expiação. Este antigo ritual foi o precursor da Ascensão. Cristo entrou no verdadeiro Santo dos Santos, o centro do universo, o próprio Céu. Mas ao invés de ir embora depois, Ele fica là, com a sua natureza humana, como nosso representante, como a ponte de reconciliação duradoura da humanidade com Deus. Através da nossa fé em Jesus nós já não temos qualquer dúvida sobre o perdão dos nossos pecados, nós não precisamos aguardar o Dia da Expiação, podemos viver em constante relação com Deus.

 

É disso que devemos ser testemunhas. Essa é a mensagem cujo somos os guardiães: o maior desejo do coração humano é atendido, por que o sacrifício de Cristo foi aprovado pelo Pai.

 

Nossa missão aqui na terra é, portanto, dar testemunho de Cristo. Ela nos permite compartilhar a alegria dos discípulos depois da Ascensão de Jesus :

 

"Eles voltaram para Jerusalém com grande alegria."

 

Mas nós podemos ser testemunhas eficazes de Cristo apenas se permanecermos unidos a ele. Precisamos de seu poder divino para cumprir essa missão divina. É por isso que Jesus nos diz na Primeira leitura :

 

"Recebereis a força do Espírito Santo, que descerá sobre vós ..."

 

Cristo é verdadeiro Deus e verdadeiro homem. Para ser suas testemunhas, não devemos apenas partilhar a sua natureza humana, mas também sua natureza divina. Esta é uma das principais razões da sua Ascensão. Como se afirma no Prefácio (II) da Oração Eucarística da solenidade :

 

"Ele subiu ao céu para nos fazer participantes da sua divindade."

 

Neste dia de hoje, em que a Igreja recorda-nos qual é a nossa missão e nos encoraja a cumpri-la com renovado entusiasmo, renovamos nosso compromisso de permanecer unidos a Cristo, nosso compromisso com a oração do coração a cada dia. Renovamos nosso compromisso de nunca parar de aprofundar o tesouro da nossa fé católica. Renovar a nossa resolução de fazer uso freqüente e verdadeiro dos sacramentos que Jesus nos deu através sa Sua morte e ressurreição, especialmente a Eucaristia e a Reconciliação.

 

O dia da Ascensão, Cristo envia-nos para o mundo de hoje para ser suas testemunhas, assim como Ele enviou seus Apóstolos há dois mil anos. O sucesso desta missão é a única coisa que possa satisfazer os anseios mais profundos do nosso coração. E tudo o que nós temos que fazer para ter sucesso, bem como os primeiros Apóstolos, é manter-se intimamente unidos a Cristo, nosso Senhor.

 


Blogs catholiques

Pour être informé des derniers articles, inscrivez vous :
RSS Contact